Cidade dos Sonhos

Sonhos

Texto sobre a categoria sonhos

Resíduos Resíduos

O fim dos lixões, de verdade

Apesar de proibidos por lei desde agosto de 2014, inúmeros lixões a céu aberto continuam em operação. A maioria das prefeituras está atrasada, mas é preciso mudar esta realidade antes do final do próximo mandato.

Compostagem obrigatória para grandes geradores de resíduos

Se o lixo orgânico de shoppings, condomínios e outros grandes geradores for compostado, é possível evitar o envio aos aterros. Isso beneficia o meio ambiente e a saúde, evitando também a emissão de gases de efeito estufa.

Inclusão de catadores na reciclagem: benefício para todos

Apesar de serem fundamentais no processo de reciclagem, catadores e catadoras ainda são marginalizados. Dar visibilidade a essa pessoas e inclui-las na gestão do lixo traz benefícios sociais, econômicos e ambientais a todos.

Coleta seletiva para todas as pessoas

A coleta seletiva ainda não está disponível para a maioria da população brasileira. Criar ou expandir sistemas de reciclagem para atender a todos preserva o meio ambiente, melhora a saúde pública, reduz gastos e gera empregos.

Áreas Verdes Áreas Verdes

Hortas nas escolas, mas sem veneno

Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil

Uma horta agroecológica na escola proporciona à criança a oportunidade de experimentar e fazer parte do ciclo mágico da vida, semeando, cuidando e colhendo seu próprio alimento, livre de qualquer produto químico.

Nenhuma árvore a menos… e muitas a mais

Foto: Luiz Costa/ SMCS (Fotos Públicas)

Uma cidade mais verde é mais saudável, aconchegante e feliz. Já não se pode admitir a troca de áreas verdes por blocos de concreto. É preciso preservar o que resta e ir além, semeando o verde em qualquer brecha do cinza da cidade.

Áreas verdes para todas as pessoas

Foto: João Lacerda / Mapillary

As áreas verdes garantem a quem vive nos centros urbanos a oportunidade de se conectar com a natureza, praticar esportes, aproveitar a vida ao ar livre. Mais áreas verdes pertinho das pessoas representam mais bem-estar para todos.

Energia Energia

Menos impostos para quem tem energia solar em casa

Se a prefeitura oferecer incentivos e descontos em impostos para quem instalar sistema de geração de energia solar em casa, o consumidor terá sua conta de luz reduzida e ainda poderá fazer da energia solar uma fonte de renda extra.

Iluminação pública eficiente: mais segurança e economia

Foto: André Tambucci/ Fotos Públicas

Mudanças simples nos sistemas de iluminação pública, como a troca de lâmpadas comuns pelas mais eficientes, garantem ruas mais seguras para a população e economia para os cofres públicos e o bolso dos consumidores.

Tetos solares, escolas melhores

A instalação de sistemas de geração de energia solar nas escolas municipais reduz drasticamente a conta de luz – economia que pode ser revertida diretamente para melhorar a qualidade da educação de nossas crianças.

Mobilidade Mobilidade

Mais espaço e segurança pra quem pedala

Mais estrutura para bicicletas

Com estrutura adequada, é mais fácil adotar a bicicleta como meio de transporte. Ciclovias, ciclofaixas e sinalização ajudam a garantir a segurança do ciclista em movimento; e bicicletários oferecem tranquilidade na hora de parar.

Ruas exclusivas para pessoas

Ruas de pedestres

Seja por meio de calçadões permanentes ou de ruas de lazer aos domingos e feriados, a restrição à circulação de veículos motorizados é fundamental para garantir segurança e conforto às pessoas.

Pra trabalhar ou pra curtir, tem que ter ônibus na madrugada

Rede noturna de ônibus

Transporte com hora pra acabar não dá! Uma rede segura e eficiente de ônibus noturnos garante o direito de ir e vir de quem trabalha em horários não convencionais e facilita a vida de quem sai pra curtir a noite.

Pedestres em primeiro lugar

Ruas de pedestres

Todos somos pedestres em algum momento do dia. Calçadas seguras e acessíveis, travessias melhores, iluminação direcionada para pedestres e sinalização confiável são fundamentais para garantir o direito básico de se deslocar a pé.

Chega de combustível que mata

Foto: Edson Lopes Jr./ A2 Fotografia

A maioria dos ônibus é movida a diesel – combustível poluente que causa doenças cardiorrespiratórias e câncer, matando milhares de pessoas. Substituir o diesel torna as cidades mais saudáveis para as pessoas e o meio ambiente.

Menos velocidade, menos mortes

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O Brasil é 4º país que mais mata no trânsito. Para mudar essa estatística, reduzir os limites de velocidade nas cidades é fundamental: uma diminuição de apenas 5% na velocidade média já resulta em 30% menos colisões fatais.

Menos vagas de estacionamento, menos trânsito

Foto: Fábio Arantes / Secom

Quanto mais fácil estacionar, maior é o número de carros circulando pela cidade e, consequentemente, maiores são a poluição e o congestionamento. Reduzir o número de vagas nas ruas pode trazer mais qualidade de vida para as pessoas.

Sem nó: cidades com transporte integrado

Foto: ITDP Brasil

Facilidade de acesso para pedestres e ciclistas, locais para bicicletas, informações bem sinalizadas, sincronização de horários e tarifa integrada são fundamentais para que a população possa se deslocar com qualidade.

Ônibus no corredor, economia de tempo e dinheiro para o passageiro

Foto: Mariana Gil/EMBARQ Brasil

As faixas e corredores exclusivos para ônibus podem gerar uma redução de até 40% no tempo de viagem, até 30% no consumo de combustíveis e até 40% na emissão de poluentes.

Cidades planejadas para pessoas

Foto: ITDP Brasil

Com planejamento é possível transformar o caos urbano em um ambiente acolhedor para as pessoas, com respeito ao pedestre, mais bicicletas, um transporte público que funcione, menos carros e menos tempo em deslocamentos.